Notícia

  • Carris Metropolitana

Carris Metropolitana encerra o primeiro ano de operação nos 18 municípios da área Metropolitana de Lisboa com aumento de procura e inicia 2024 com mais de 600 mil passageiros diários

O ano de 2023 representou um marco importante para a Carris Metropolitana (CMetropolitana), com a conclusão do seu primeiro ano de operação simultânea nos 18 municípios da área metropolitana de Lisboa (amL).


Diariamente, foram realizados mais de 21 mil serviços entre as mais de 12 mil paragens de autocarro, asseguradas pelos cerca de 1700 autocarros em operação nos 3 mil quilómetros quadrados da amL. Esta realidade traduziu-se em mais de 20% de horários e mais de 30% de quilómetros face ao serviço anteriormente existente.


Neste primeiro ano de operação global em todo o território da amL, concretizou-se a gradual capacitação humana nos 4 prestadores de serviço, com o incremento do número de profissionais que permitiram alcançar os níveis de serviço pretendidos. São hoje mais de 3 mil os trabalhadores que diariamente garantem a operação da CMetropolitana.


Durante este período, desenvolveu-se um processo de melhoria contínua, de simplificação da rede, ajustes e reforços nos horários e percursos, mais alinhados com as necessidades das pessoas, terminando o ano de 2023 com 141,5 milhões de passageiros transportado.


Em 2024 a tendência de progressiva captação de mais passageiros continua a verificar-se e a CMetropolitana já atingiu números máximos de passageiros transportados superiores a 610 mil por dia útil.

No mês de janeiro a CMetropolitana transportou 13,6 milhões de passageiros, o que representa um crescimento de passageiros transportados de 43% face a janeiro de 2023 (acréscimo de 4,1 milhões de passageiros transportados). Também o mês de fevereiro de 2024 (13,3 milhões de passageiros transportados) registou um aumento de passageiros transportados de 37% face ao período homólogo de 2023 (acréscimo de 3,6 milhões de passageiros).


Este aumento de procura reflete a estabilização e o incremento do serviço da CMetropolitana que se pretende gradualmente melhorado, cada vez mais atrativo, focado nas pessoas e nas suas necessidades, constituindo-se e afirmando-se como uma real alternativa ao transporte individual.